Feminização facial

Conheça todas as nossas cirurgias e procedimentos para feminização facial

Tradicionalmente, os procedimentos de readequação de gênero têm focado na mama e genitália, no entanto, a capacidade de transição social é mais influenciada pela face.

A exposição à testosterona leva a alterações na face dentro do esqueleto facial e nos tecidos moles. A feminização facial visa reverter essas mudanças, seja através de tratamento cirúrgico e não cirúrgico (por exemplo preenchimentos e tratamento da pele) ou intervenções não médicas (por exemplo, cosméticos e apliques). As intervenções incluem o objetivo de reduzir características masculinas, bem como proporcionar uma aparência feminina à face.

A cirurgia de feminização facial abrange um grupo de procedimentos cirúrgicos projetados para suavizar e modificar as características faciais percebidas como masculinas ou não-harmônicas com a face feminina.

As principais características faciais são determinadas pelo desenvolvimento do esqueleto craniofacial, o qual diferencia as estruturas faciais femininas e masculinas de maneira significativa.

Além das características faciais estruturais, uma série de características secundárias são igualmente importantes na identificação facial de gênero. Estas incluem, principalmente, os cabelos e padrão de linha capilar, os pelos faciais, a textura da pele e a distribuição e o volume da gordura facial.

Desta forma, comparando a face masculina e feminina haverão traços distintos específicos, os quais podem ser abordados cirurgicamente:

 

Picture 9

 

 

Picture 7

 

 

Picture 11

As cirurgias de feminização facial podem ser realizadas separadamente ou em conjunto, a depender do desejo da paciente e da indicação.