MASCULINIZAÇÃO DE MANDÍBULA

INFORMAÇÕES GENÉRICAS

A remodelação da mandíbula e queixo é uma parte crucial da masculinização facial, pois tais aspectos desempenham um papel significativo no reconhecimento de gênero. O queixo dos homens é mais alto, mais largo e muitas vezes mais projetado do que o das mulheres, que tendem a ter uma aparência mais suave, cônica ou oval. Da mesma forma, a região do ângulo da mandíbula é mais aguda, proeminente e robusta na face masculina, sendo mais suave e pouco definida na face feminina.

Embora as diferenças possam parecer sútis, o aumento das dimensões do queixo e do ângulo da mandíbla, mesmo em milímetros, pode proporcionar uma diferença significativa na aparência de um homem transmasculino (transmen). 

Sendo um marcador tão importante na identificação de gênero, a mandíbula precisa ser alterada em quase todos os procedimentos de masculinização facial para se alcançar um resultado global mais masculino. 

O queixo masculino é em média 20% mais alto que o queixo feminino, mais amplo, com proeminências emparelhadas que aumentam a sua aparência quadrada. Além de mudar a largura, altura e contorno do queixo, o cirurgião também pode corrigir queixos demasiado proeminentes, retraídos ou assimétricos, durante a cirurgia de masculinização facial. 

Picture 1

Em específico, os pontos a serem tratados são:

• O ângulo da mandíbula que será aumentado, se tornando mais agudo, robusto e proeminente; 
• A altura do queixo que será aumentada;
• A largura do queixo que será alargada; 
• O queixo ficará mais proeminente e projetado para frente.

Os pontos específicos a serem tratados podem ser abordados na totalidade ou parcialmente, conforme a indicação de cada paciente, baseada na forma original da mandíbula, haja vista alguns pacientes já apresentarem traços masculinos em regiões específicas da mandíbula, não necessitando de tratamento nestas áreas.

Na maioria das vezes, o aumento da estrutura óssea da mandíbula pode ser feito se utilizando implantes sintéticos, sendo o mais comum o polietileno poroso (Medpor®). Em casos de pacientes que não necessitem modificações expressivas, o procedimento poderá ser feito com a injeção de preenchedores em áreas específicas. Nesta sessão abordaremos o aumento da estrutura óssea da mandíbula com implantes. Para masculinização da mandíbula com preenchedores, veja nossa seção específica sobre preenchimentos faciais.

Picture 1

 

Anestesia 

Geralmente emprega-se a anestesia local com sedação assistida. Em alguns casos onde se associam outras operações pode-se empregar a anestesia geral. Há possibilidade de que a escolha seja feita pelo paciente, todavia com prévia ponderação de sua conveniência com a equipe cirúrgica e anestésica.

Operação 

Dura em média 1 hora para cada tipo de implante a ser inserido, todavia este tempo pode ser maior ou menor, variando em função do paciente e dos detalhes a serem corrigidos em cada caso. 

Associação com Rinoplastia (Cirurgia Plástica do Nariz) 

É comum a ocorrência de associação entre os dois atos cirúrgicos, visando um melhor equilíbrio da face. A isto se dá o nome de Harmonização Facial.

Características da peça de Polietileno Poroso 

O polietileno é um monômero de etileno de cadeia simples de carbono. O polietileno usado para implantes faciais é poroso, com porosidade no interior do material entre 125 e 250 μm. 

A porosidade permite o crescimento de tecido fibroso na superfície do implante, ocasionando a vantagem de seu uso em relação ao silicone por diminuir a tendência de migração do implante ou erosão do osso subjacente. 

Haverá necessidade de fixação dos implantes no osso subjacente com parafusos de titânio.

Cicatrizes 

Tanto para implantes no ângulo da mandíbula ou no mento (queixo), a inclusão poderá ser feita por dentro da boca, ficando assim, uma cicatriz interna, não visível. 

Período de internação

O período normal de internação é de 12 horas (com anestesia local e sedação assistida). Em caso de ser necessária anestesia geral (o que é raro), este prazo pode alongar-se até 1 dia. 

O pós-operatório é praticamente indolor, sendo que as dores, se houverem, serão facilmente combatidas com analgésicos comuns.

Período de Recuperação

É variável de pessoa para pessoa. Dependendo do tipo de atividade, apenas um dia de repouso será suficiente. Casos especiais poderão demandar cuidados relativos por 8 a 10 dias. Todavia não é necessário repouso absoluto.

Curativo 

É utilizado um curativo local cuja finalidade é a de ajudar a manter as próteses imobilizadas, além de servir de proteção a eventuais traumatismos que possam ocorrer nos primeiros dias.

Retirada dos pontos  

Como as incisões de acesso são dentro da boca, não é necessário a retirada de pontos, visto que os pontos são absorvíveis e “caem” sozinhos.

Retorno às atividades esportivas

Pacientes submetidos à Masculinização de Mandíbula podem retornar às atividades esportivas depois de decorridos 20 dias da cirurgia, porém devem evitar esportes de contato por 60 dias.

Anestesia 

Geralmente emprega-se a anestesia local com sedação assistida. Em alguns casos onde se associam outras operações pode-se empregar a anestesia geral. Há possibilidade de que a escolha seja feita pelo paciente, todavia com prévia ponderação de sua conveniência com a equipe cirúrgica e anestésica.

Operação 

Dura em média 1 hora para cada tipo de implante a ser inserido, todavia este tempo pode ser maior ou menor, variando em função do paciente e dos detalhes a serem corrigidos em cada caso. 

Associação com Rinoplastia (Cirurgia Plástica do Nariz) 

É comum a ocorrência de associação entre os dois atos cirúrgicos, visando um melhor equilíbrio da face. A isto se dá o nome de Harmonização Facial.

Características da peça de Polietileno Poroso 

O polietileno é um monômero de etileno de cadeia simples de carbono. O polietileno usado para implantes faciais é poroso, com porosidade no interior do material entre 125 e 250 μm. 

A porosidade permite o crescimento de tecido fibroso na superfície do implante, ocasionando a vantagem de seu uso em relação ao silicone por diminuir a tendência de migração do implante ou erosão do osso subjacente. 

Haverá necessidade de fixação dos implantes no osso subjacente com parafusos de titânio.

Cicatrizes 

Tanto para implantes no ângulo da mandíbula ou no mento (queixo), a inclusão poderá ser feita por dentro da boca, ficando assim, uma cicatriz interna, não visível. 

Período de internação

O período normal de internação é de 12 horas (com anestesia local e sedação assistida). Em caso de ser necessária anestesia geral (o que é raro), este prazo pode alongar-se até 1 dia. 

O pós-operatório é praticamente indolor, sendo que as dores, se houverem, serão facilmente combatidas com analgésicos comuns.

Período de Recuperação

É variável de pessoa para pessoa. Dependendo do tipo de atividade, apenas um dia de repouso será suficiente. Casos especiais poderão demandar cuidados relativos por 8 a 10 dias. Todavia não é necessário repouso absoluto.

Curativo 

É utilizado um curativo local cuja finalidade é a de ajudar a manter as próteses imobilizadas, além de servir de proteção a eventuais traumatismos que possam ocorrer nos primeiros dias.

Retirada dos pontos  

Como as incisões de acesso são dentro da boca, não é necessário a retirada de pontos, visto que os pontos são absorvíveis e “caem” sozinhos.

Retorno às atividades esportivas

Pacientes submetidos à Masculinização de Mandíbula podem retornar às atividades esportivas depois de decorridos 20 dias da cirurgia, porém devem evitar esportes de contato por 60 dias.